the douce the zulu juvias place
Paleta The Douce e Zulu

A marca Juvia’s Place ficou muito famosa nos últimos anos principalmente por conta de suas paletas super pigmentas que fazem muito sucesso em tutoriais no instagram. Chici Eburu, nascida na Nigéria criou a Juvia’s Place como forma de representar a beleza negra e celebrar a cultura africana. A marca se inspira em rainhas, líderes e rebeldes de tribos africanas , trazendo paletas lindas e muito vibrantes.

Eu tava querendo essas paletas há muito tempo, sentia falta de algo realmente colorido na minha coleção. Cada paleta custa em torno de $20 dólares, mas volta e meia tem promoção no site, eu comprei a The Douce e a Zulu e paguei $14 em cada uma. As vendas são online e a marca entrega no Brasil! Recentemente a marca passou a ser vendida também na Ulta nos EUA.

the zulu juvias place
The Zulu Palette

A marca é cruelty free e as sombras são veganas.

swatches the zulu juvias place
Swatches e Looks (não usei prímer. só corretivo na pálpebra)

The Zulu:

  • tem 6 cores mates e 3 metálicas.
  • As cores são bem pigmentadas, mas a consistência de cada cor varia bastante.
  • Quase não caiu sombra no rosto durante a maquiagem.
  • A duração é boa.
  • As sombras mates mais coloridas, como a rosa e a roxa, mancham a pálpebra. Sombras veganas nesses tons quase sempre mancham, mesmo depois de usar demaquilante.

Laranja: é bem pigmenta e achei bem equilibrada na maciez, não é muito dura, nem some quando esfumada. Gostei de trabalhar com essa cor, dá pra deixá-la bem intensa e também dá para utilizá-la como sombra de transição (funciona muito bem, principalmente em um esfumado preto).

Amarelo: é uma cor bem difícil de pigmentar, até que funciona, mas pra deixar ela bem intensa é necessário um primer ou ela vai praticamente sumir quando esfumada.

Marrom: dentre as mates é a que tem a melhor formula, macia, esfuma muito bem, sem sumir da pálpebra e tem uma cor construível.

Turquesa: outra cor mate, ela pigmenta, mas assim como a amarela tem q tomar cuidado quando esfumar pra ela não sumir e nem perder intensidade.

Verde metálico: o brilho é bonito, mas como a maioria das sombras metálicas, funciona melhor aplicada com o dedo ou com um pincel molhado. Gostei muito de usar os tons intensos e metálicos como delineador!

Turquesa Metálico: é parecida com a cor mate, porém essa puxa um pouco mais pro azul. O brilho é bonito, mas é menos intenso do que os outros dois tons metálicos.

Rosa metálico: é um tom lindo de rosa que reflete dourado, ela esfuma e pigmenta muito bem.

Rosa: é um pink mate, pigmenta fácil, mas é um pouco mais dura de esfumar. É um pigmento prensado o que costuma tornar as sombras um pouco difíceis de trabalhar. Tem que ter paciência caso queira fazer um esfumado com essa cor.

Roxa: meu sonho era ter um roxo realmente pigmentado, porque os que eu já usei eram bem apagados. Esse pigmenta, mas é ainda mais difícil de trabalhar do que a rosa, não são o tipo de sombras pra se fazer um look rápido.

The Douce

The Douce:

  • 5 cores mates e 4 metálicas.
  • É mais versátil e fácil de usar.
  • A consistência das cores não varia tanto.
  • Também não caiu sombra no rosto enquanto maquiava.
  • Os brilhos são mais intensos.

Chocolat: marrom frio intenso, macia e fácil de esfumar. A cor é construível, dá pra fazer um look só com essa cor, variando a intensidade do esfumado e a quantidade de sombra.

Tart: branca com um brilho rosa, linda e brilha muito.

Crème: rosa mate puxado pro pêssego. É uma cor bem clarinha, ela esfuma fácil e a cor é bem discreta.

Macarrons: verde menta metálico, o brilho dessa sombra é lindo, adorei o resultado dela como delineador. Também ficou linda usada pra colorir o canto interno.

Coustard: violeta, mate, porém achei mais macia e fácil de trabalhar do que as coloridas da Zulu. Ela pigmenta bem e esfuma relativamente fácil.

Puffs: rosa clara, metálica. Nessas fotos ela ficou bem parecida com a Tart, a real é que dependendo da luz elas ficam sim bem parecidas, mas a Puffs tem fundo rosa enquanto a Tart é translúcida.

Berry Mousse: marrom claro, praticamente não aparece na minha pálpebra. É macia, esfuma fácil e funciona bem como sombra de transição.

Mont Blanc: prata metálica, eu achei que essa cor seria mais escura, mas ela tem mais brilho do que cor. Fica linda no canto interno.

Crepes: marrom quente, macia e fácil de esfumar. É uma cor que adoro usar para dar profundidade ao olhar.

Eu gostei muito dessas paletas, a pigmentação é muito boa. Realmente algumas cores são complicadas de trabalhar, mas muitas são pigmentos prensados, então já é de se esperar que elas sejam mais duras. Achei que o investimento vale a pena se você assim como eu está em busca de uma paleta colorida de boa qualidade.

Minhas paletas chegaram bem no meio das tretas que a marca se envolveu, acompanharam essa tour?

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *